Poema da Água

.

Hoje é o Dia Mundial da Água e por isso os alunos da turma de 4.º ano exploraram esta temática. Para assinalar também o dia de ontem, que para além de Dia Mundial da Floresta foi Dia Mundial da Poesia, fizeram poemas sobre a importância da água.

Aqui ficam as quadras escolhidas por todos e adaptadas para o Poema da Água colectivo (da turma).

Eu sou uma gota,
das quais muitas há no mar.
Por favor não me desperdicem,
pois eu posso acabar.

Gota, já te tinham encontrado,
mas não te tinham estragado.
Agora vou-te salvar
e todos te vão poupar.

Não me esqueço de poupar,
para a água nunca acabar.
Para sempre ter que beber,
a água eu vou proteger.

Se queremos ter água
não a podemos desperdiçar,
senão até a conta ao fim do mês
vem a quadriplicar!

Por isso se queres poupar,
tens de aprender:
a água está cara
e o dinheiro é a valer!

Se desperdiçares água
e não quiseres saber,
daqui a alguns anos
vais-te arrepender!

A água é muito importante,
não a podemos gastar.
Assim, de agora em diante,
todos temos de a poupar.

.

2 thoughts on “Poema da Água

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s